V Conferência de saúde do Município de Antônio Cardoso

Com o objetivo de avaliar a situação da saúde, propor condições de acesso, acolhimento, definir diretrizes, prioridades e desenvolvimento do controle social no município, a Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com o conselho municipal de saúde, promoveu a V Conferencia Municipal de Saúde. O Tema este ano foi: “Participação Com inclusão social”, aberto para toda população, o evento é uma parceria da Prefeitura e a Secretaria de Saúde do município.

 

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Marcos Lopes dos Santos, 99% dos cardosenses são assistidos pelo SUS. “Para contribuir com a efetivação do Sistema, a Secretaria de Saúde está lutando pelo direito de todo cidadão, buscando uma saúde cada vez melhor, com humanidade, acessibilidade e de boa qualidade”, disse o secretário.

 

Ele ressaltou ainda, a importância dos quatro eixos temáticos discutido durante a conferência. Eixo I -Vigilância, Proteção e Promoção da Saúde ; II – Atenção Integral à saúde. Eixo III – Saúde com Inclusão social e o IV – Assistência Farmacêutica. “São temas que estamos vivenciando no dia-a-dia” disse.

 

Participou do evento o Prefeito de Antônio Cardoso, Antônio Mário Rodrigues, O secretário Municipal de Saúde, Marcos Lopes, a diretora de Atenção Básica, Kaline Cunha Almeida, a Diretora de Vigilância Epidemiológica, Jacira Carneiro, entre outras autoridades locais. De acordo com a Diretora de Atenção Básica de Saúde, Kaline Cunha, a fase de preparação para a conferência, contou com diversos encontros, em cinco comunidades do município que possuem PSF. Os encontros ocorreram nos meses de junho e julho.

 

Segundo ela, neste eixo é importante envolver ações que visem ampliar e qualificar o acesso aos serviços de saúde em tempo adequado, com ênfase na humanização e no atendimento das necessidades de saúde, aprimorando a política de atenção básica e especializada, ambulatorial e hospitalar, considerando a promoção e o cuidado integral às pessoas nos diversos ciclos de vida (criança, adolescente, jovem, adultos e idoso).

 

A diretora Municipal da Vigilância Epidemiológica, Jacira Carneiro, disse que os eixos terão o papel fundamental do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental, refletindo na vida e na saúde de todos cidadãos. Jacira também ressalta a importância dos eixos temáticos durante a conferência.

 

“O eixo I deverá contemplar as discussões referentes a redução e preservação de risco e agravos à saúde da população, considerando os determinantes sociais, por meio das ações de vigilância, promoção e proteção, com o foco na prevenção de doenças transmissíveis e na promoção do envelhecimento saudável”, disse Jacira Carneiro.

 

Para a ela, “ é muito importante as considerações do eixo III , as questões de gênero, orientações sexuais, raça/etnia, situações de vulnerabilidade, considerando as populações historicamente excluídas, discriminadas, estigmatizadas como: população negra, indígena, quilombola, assentados, acampados, LGBTT, pessoas com deficiência e pessoas em privação de liberdade, as especificidades e a diversidade na atenção básica nas linhas de cuidado e na rede de atenção à saúde”

MAIS NOTÍCIAS

RECEBA NOSSO INFORMATIVO

SETORES MUNICIPAIS