Acaba greve dos professores em Antônio Cardoso

Depois de 13 dias de greve, professores e demais funcionários da educação retornam às atividades no município de Antônio Cardoso. A categoria aprovou em assembleia realizada hoje (22), proposta apresentada pela Prefeitura. Ficou acordado que será criada uma comissão tripartite composta pela APLB, Poder Legislativo e Poder executivo, para apresentar em, no máximo 60 dias, os meios que serão adotados e os prazos para cumprimento das demandas apresentadas pelo movimento.

 

Na última sexta-feira, (19), o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia já havia determinado o retorno de pelo menos 50 por cento dos profissionais, sob pena de pagamento de multa diária no valor de 1 mil reais. A liminar assinada pela desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, ponderou sobre o “imensurável prejuízo coletivo acarretado pela supressão do serviço essencial de educação “. Ainda esta semana, a Secretaria de Educação do município se reúne com o Conselho de Educação para discutir um novo calendário letivo com a reposição de aulas.

MAIS NOTÍCIAS

RECEBA NOSSO INFORMATIVO

SETORES MUNICIPAIS